Piada Legal
Piada Nova

as melhores piadas


Piadas aleatórias

















O doutor advogado casou-se com uma senhora que já havia sido casada 12 vezes. Em plena noite de núpcias, a noiva disse: -Por favor, meu amor, seja gentil. Ainda sou virgem.
Assustado, já que ela tinha sido casada 12 vezes, o advogado pediu a ela que explicasse essa história. E ela respondeu:
-Meu primeiro marido era Representante de Vendas e passava o tempo todo dizendo de falando de maneira eloqüente: "Isso vai ser fantástico para você!” ·
-Meu segundo marido era do Apoio de Software. Ele nunca tinha certeza como funcionava mas vivia prometendo mandar alguém dar uma olhada.
-Meu terceiro marido era Técnico. Depois de dar uma olhada, ele disse que as pecas estavam todas perfeitas mas que o sistema não funcionava.
-Meu quarto marido era de Serviços Educacionais. Ele sempre dizia: "Quem sabe faz. Quem não sabe vai dar aula".
-Meu quinto marido era do Departamento de Telemarketing. Ele dizia que tinha os pedidos mas não sabia quando ia poder entregar o produto.
-Meu sexto marido era Engenheiro. Ele dizia que compreendia o procedimento básico, mas que precisava de três anos para pesquisar, implementar e criar um método revolucionário.
-Meu sétimo marido era Servidor Publico. Ele dizia que compreendia perfeitamente como era, mas que não tinha certeza se era da competência dele.
-Meu oitavo marido era de Normas e Procedimentos. Ele dizia que o procedimento estava correto, mas que ele desconhecia qualquer norma a respeito.
-Meu nono marido era Gerente de Marketing. Ele dizia que sabia que tinha o produto mas não sabia como utiliza-lo.
-Meu décimo marido era psiquiatra. Ele só queria conversar sobre sexo.
-Meu décimo primeiro marido era ginecologista. Não queria misturar trabalho com lazer.
-Meu décimo segundo marido era colecionador de selos. Ele só queria lamber.
-Por isso agora estou casando com um advogado, porque eu tenho certeza que ele vai me foder!




-Qual é seu nome?

-Raimundo, mas pode chamar de Mundinho, seu dotô.

-Eu não sou doutor. Sou um Capitão da Legião Estrangeira. Sou um combatente, não um médico. Pode me tratar por Comandante.

-Tá certo, sinhô Comandante.

-Para que você quer ingressar na Legião? Sabe que a vida aqui e muito dura? Poucos aguentam a rotina e você me parece muito fraquinho.

-Tem probrema não, seu Comandante. Eu quero vim pra cá pruque num tenho mais nada na vida. Perdi muié e fios no pau-darara qui acidentou quando nois vinha pra Sum Paulo. Em Sum Paulo num arrumei nem emprego di serventi nem nada. Eu num sóu home di pidi nada prus otru, di modi qui vim assunta si tem trabalho aqui. Mi falaru qui a genti ganha poco mas qui cumida num farta. Di trabalho eu num tenho medo i nem di briga também não, seu Commandante. Si o sinhô quizé posso até mostra procê.

-Chega de papo. De qualquer jeito você vai ter que passar nos três testes antes de ser aceito:
O primeiro: Está vendo aquele vidro ali ? Tem dois litros de óleo de rícino. Você tem que tomar tudo de uma só vez, sem que sobre na nada.fundo. O segundo: Está vendo aquela jaula ? Dentro tem um urso selvagem de quase dois metros de altura. Você tem que entrar na jaula e apertar a mão do urso. Se passar nestes dois testes, vai fazer o terceiro, que é ter relações sexuais três vezes seguidas com uma cigana de 80 anos que não toma banho faz bem uns cinco. Você compreendeu? Sabe o que deve fazer?

-Sei, sim sinhô.

-Então pode começar os testes.

Mundinho, que estava morto de fome, foi direto para o vidro e tomou todo o óleo de uma só vez. Aí correu em direção à jaula do urso. Só pensava que tinha que conseguir o emprego de qualquer forma. Entrou na jaula e se atirou em cima do urso. Foi uma luta enorme que durou uns quinze minutos. Ninguém conseguia enxergar o que estava acontecendo por causa da poeira que levantou. O barulho era assustador. Os urros do urso não paravam. De repente, um silencio quase que total, quebrado apenas por gemidos do Mundinho. O resultado não se podia ainda ver por causa da poeira. Mais uns cinco minutos de gemidos, e a poeira foi baixando. O urso, caído no fundo da jaula, parecia uma vitima de atropelamento. Mundinho, todo arranhado e sorridente, saiu da jaula arrumando suas roupas rasgadas, endireitando as calcas e gritou para o Comandante:

-Foi treis veiz, seu comandanti. Agora cadê a ciganinha pru modi eu apertar a mão dela?







Qual é seu nome?

-Raimundo, mas pode chamar de Mundinho, seu dotô.

-Eu não sou doutor. Sou um Capitão da Legião Estrangeira. Sou um combatente, não um médico. Pode me tratar por Comandante.

-Tá certo, sinhô Comandante.

-Para que você quer ingressar na Legião? Sabe que a vida aqui e muito dura? Poucos aguentam a rotina e você me parece muito fraquinho.

-Tem probrema não, seu Comandante. Eu quero vim pra cá pruque num tenho mais nada na vida. Perdi muié e fios no pau-darara qui acidentou quando nois vinha pra Sum Paulo. Em Sum Paulo num arrumei nem emprego di serventi nem nada. Eu num sóu home di pidi nada prus otru, di modi qui vim assunta si tem trabalho aqui. Mi falaru qui a genti ganha poco mas qui cumida num farta. Di trabalho eu num tenho medo i nem di briga também não, seu Commandante. Si o sinhô quizé posso até mostra procê.

-Chega de papo. De qualquer jeito você vai ter que passar nos três testes antes de ser aceito:
O primeiro: Está vendo aquele vidro ali ? Tem dois litros de óleo de rícino. Você tem que tomar tudo de uma só vez, sem que sobre na nada.fundo. O segundo: Está vendo aquela jaula ? Dentro tem um urso selvagem de quase dois metros de altura. Você tem que entrar na jaula e apertar a mão do urso. Se passar nestes dois testes, vai fazer o terceiro, que é ter relações sexuais três vezes seguidas com uma cigana de 80 anos que não toma banho faz bem uns cinco. Você compreendeu? Sabe o que deve fazer?

-Sei, sim sinhô.

-Então pode começar os testes.

Mundinho, que estava morto de fome, foi direto para o vidro e tomou todo o óleo de uma só vez. Aí correu em direção à jaula do urso. Só pensava que tinha que conseguir o emprego de qualquer forma. Entrou na jaula e se atirou em cima do urso. Foi uma luta enorme que durou uns quinze minutos. Ninguém conseguia enxergar o que estava acontecendo por causa da poeira que levantou. O barulho era assustador. Os urros do urso não paravam. De repente, um silencio quase que total, quebrado apenas por gemidos do Mundinho. O resultado não se podia ainda ver por causa da poeira. Mais uns cinco minutos de gemidos, e a poeira foi baixando. O urso, caído no fundo da jaula, parecia uma vitima de atropelamento. Mundinho, todo arranhado e sorridente, saiu da jaula arrumando suas roupas rasgadas, endireitando as calcas e gritou para o Comandante:

-Foi treis veiz, seu comandanti. Agora cadê a ciganinha pru modi eu apertar a mão dela?


Todo mundo sabe que os sujeitos mais comuns nas piadas contadas por todo o Brasil ou são portugueses ou são gaúchos. Mas poucos sabem o porquê! As origens estão na nossa história e na psicologia humana. Vamos começar pelos portugueses!

Eles são estereotipados como completos idiotas. Os portugueses colonizaram o Brasil por mais de 300 anos. Eles chegaram no Brasil, levaram todas as nossas riquezas, ignoraram os nossos interesses, e, ainda por cima comiam as nossas índias nativas e as negras trazidas para cá. Que imagem nós poderíamos criar deles? O que poderíamos falar deles hoje em dia? Será que poderíamos dizer: - Oh! Eles descobriram o Brasil. Eles são nossos heróis! Claro, que não! Depois de tudo que eles fizeram, só podem ser 'heróis' nas nossas piadas. Nos resta chamá-los de tontos e estúpidos. Mas de idiotas eles não tem nada. Por um grande período da história, o Império Português foi tão forte quanto fora o Império Romano e o quanto é atualmente o Império Americano...

E os gaúchos...?

Assim como os portugueses, os gaúchos colonizaram o Brasil. O povo gaúcho tem tradição e história. Os gaúchos são guerreiros, formaram a sua própria República! Encabeçaram uma revolução que acabou com a Republica Velha do Café com Leite e introduziu o Estado Novo. A maior parte dos presidentes e ditadores brasileiros foram gaúchos. O povo gaúcho é o mais politizado e o seu Estado o de melhor qualidade de vida. Em todos estados brasileiros existem gaúchos bem sucedidos. Além de colonizar e desenvolver todos os estados por onde passam, os gaúchos traçam as mulheres que ali habitam. Os gaúchos põem chifre nos 'machos' locais e deixam as suas mulheres apaixonadas. As cariocas, catarinenses, paranaenses, paulistas, mineiras, cearenses, adoram um gaúcho... e, o que resta para eles (os cariocas, catarinenses, paranaenses, paulistas e mineiros...)?

Além de manter lustrado o par de chifres, resta a eles inventarem piadas de gaúcho, onde os gaúchos são estereotipados como veados, para seu deleite e prazer. Portanto gauchada, tenham um pouco de piedade, esta é a única alegria dos não gaúchos. Enquanto eles se divertem em alguma roda inventando e contando piadas de gaúcho, as suas mães, irmãs ou namoradas se divertem com um gaúcho.

Gaúchos de todo o Brasil, convençam-se de uma coisa, eles não sabem como fazer uma mulher feliz, mas tem bastante criatividade para fazer piada. Divirtam-se então com as piadas e satisfaçam as mulheres dos não gaúchos invejosos.

home   -   contato   -   melhores piadas   -   melhores vídeos   -   mapa do site
© 2011-2014 Piada Nova - v1.0
23 dia(s), 5 hora(s)